4 técnicas reais para você aumentar sua produtividade

Quero falar contigo sobre 4 técnicas reais para você aumentar sua produtividade ainda hoje, quando eu chegar na última técnica, você pode terminar este artigo, aplicar na sua vida e já ser mais produtivo!

Eu quero que você entenda que existem 8 verdades sobre produtividade, as pessoas normalmente não tem uma produtividade nível A na parada porque simplesmente elas ignoram essas verdades.

E a primeira técnica, ela tem a ver com uma das verdades e talvez uma das mais importantes que você precisa aceitar.  A primeira verdade determinada é a seguinte: as tarefas nunca vão terminar e para lidar com essa verdade, existe a primeira técnica que eu vou dividir agora contigo.

Técnica 1. Anote tudo o que precisa ser feito
Às vezes, as pessoas falam assim: “Caramba! Fiz coisa pra caramba hoje, mas faltam tantas outras. Parece que não acaba”.

Olhar para o que falta e não para o que se fez baixa o IDI (Índice de Domínio Interior) da pessoa. E o que isso quer dizer Geronimo? Se liga… a maior batalha que eu e você temos que lutar é a aquela que acontece dentro da gente. Quando se perde essa luta interior, nós produzimos menos, temos menos qualidade de vida, nos sentimos mais ansiosos e nervosos. Isso gera mais cortisol, o que leva ao estresse, que, por sua vez, derruba ainda mais a produtividade. Vira um ciclo vicioso, entende?

Quando nós aceitamos que as tarefas nunca irão terminar, paramos de olhar para o que não foi feito e passamos a olhar para o que foi realizado. E isso muda tudo.

E qual é a técnica que vai ajudar com isso? Quando você se sentar para fazer algo importante e começarem a “pipocar” todas as coisas que precisam ser realizadas, ao invés de ficar pulando de uma atividade para outra, deixe um papel do seu lado para anotar tudo o que você se lembrar que precisa ser feito. Ao escrever, seu cérebro vai relaxar e você vai, finalmente, fazer aquela tarefa que é importante.

Técnica 2. Organize hoje o seu amanhã
Decidir cansa. Nós temos um banco com número máximo de decisões que conseguimos tomar ao longo do dia. Só de você pensar sobre o que deve começar a fazer, já gastou uma cota do banco de decisões. Então, organize hoje o seu amanhã. No final do seu dia de hoje, liste as cinco coisas mais importantes que você vai fazer no dia seguinte.

Técnica 3. Defina blocos de foco pleno
Manter o foco e a concentração é uma das atividades mais complexas para o nosso sistema. É difícil permanecer concentrado e focado. Imagine passar um dia inteirinho focado. A tendência é não conseguir, frustrar-se, ficar irritado, nervoso. Com isso, o IDI baixa, o que leva a ainda menos foco e concentração.

A técnica de Pomodoro ensina que você deve pausar 5 minutos a cada 25 minutos focado. Depois de 4 blocos de 25 minutos, você pausa 30 minutos. Nesses minutos de descanso, você faz o que quiser. Olha o Facebook, ouve música, joga videogame, lê um livro. Mas, fique atento. Esses tempos podem variar de pessoa para pessoa. A sugestão é testar o que se adequa melhor a você. Por exemplo, eu fico 50 minutos com foco pleno e 10 minutos à vontade.

Técnica 4. Faça suas tarefas em blocos
Olhe para as suas atividades agora e pense: “Como eu posso dividi-las?”. Eu tive um aluno do Academia da Produtividade, que tinha atividades na rua e no escritório. Só de dividir uma da outra, a produtividade dele aumentou muito. Eu, por exemplo, tenho um único dia da semana para reuniões externas. Quando alguém pede um encontro comigo, abro minha agenda e olho a primeira data disponível dentro do dia reservado para aquela atividade. Nos outros quatro dias da semana, eu não fico interrompendo meu trabalho e não perco tempo com locomoções para fazer reuniões fora do escritório.

Se curtiu, vou deixar aqui o link de uma aula completa onde eu falo de algumas exceções dentro dessas 4 técnicas e de mais algumas outras que vão ajudar você a ter uma produtividade nível A. Para ir para a aula é só clicar aqui 🙂

Se liga… tem dias que parece que o mundo saiu do eixo! Parece que as coisas não estão funcionando bem, parece até que o mundo tá meio cinza. Já teve a sensação alguma vez que o mundo ficou cinza? Cinza mesmo, sem cor! Tá tudo igual, mas parece que tá menos alegre, menos colorido, justamente porque parece que as coisas saíram do eixo… eu fiz um artigo para falar isso, acho que você vai curtir esse texto sobre colocar a vida no eixo!!!

3 Comentários

  1. Giselle Dagrava

    Gerônimo querido, todo seu empenho é luz na vida de muitos!!!! Vejo que consegue clarear as ideias e nos preparar para a tomada de iniciativa e temos muito a aprender…!!!! Lindo trabalho!!!!!

    Responder
  2. Gilvan

    Oi, eu sou Gilvan AL
    legal gostei muito, nas grandes tomada de decisões precisamos de muita calma para melhorar nossa produtividades, fico grato,suas mensagem vale ouro,tu eis um exemplo a ser seguido.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *