Colocando a vida no eixo…

Tem dias que parece que o mundo saiu do eixo! Parece que as coisas não estão funcionando bem, parece até que o mundo tá meio cinza. Já teve a sensação alguma vez que o mundo ficou cinza? Cinza mesmo, sem cor! Tá tudo igual, mas parece que tá menos alegre, menos colorido, justamente porque parece que as coisas saíram do eixo.

A sensação é que a vida se desorganizou por completo e é isso que eu vou dividir contigo, como a gente reorganiza a vida em um momento que parece que está tudo uma zona 🙂

O primeiro ponto que você tem que ter em mente é que tem horas que a gente precisa de ajuda. Precisar de ajuda não é fraqueza, precisar de ajuda é força! Talvez fraqueza seja não ir buscar ajuda e tem horas que a gente precisa sim de ajuda.

Quando eu falo que o mundo tá meio cinza, eu não tô falando de depressão, eu não tô falando de patologias, de síndromes que me levem pra baixo. Eu tô falando daquela vez que o que prevalece é o sentimento da agonia, parece que nada tem jeito, parece que eu olho pra minha vida e falo “cara, como é que eu vou resolver minha vida?” e é dessa parte que eu quero falar contigo, sobre reorganização.

Pensa assim… nós exercemos vários papéis na nossa vida, de pai, mãe, filha (o), de marido ou esposa, de amigo (a), companheiro, parceira (o), vizinho (a), papel social ou profissional. São vários papéis que a gente exerce na nossa vida, agora imagina uma mesa e que cada papel em cima dessa mesa fosse um papel que nós somos no dia a dia.

Às vezes tem um papel que a gente exerce na vida que se desequilibrou. Vou dar um exemplo: às vezes a gente está sendo pressionado pelo marido ou pela mulher ou tá sentindo que não dá conta de cuidar das coisas do filho ou não tá indo muito bem na empresa ou não tá crescendo profissionalmente ou de repente não tá cuidando da própria saúde e aí aquele pézinho da mesa quebrou, sabe quando a mesa fica bamba?.

É como se o cupim tivesse comido um pedaço daquele pé da mesa e o que acontece com a mesa? A mesa começa a balançar e o que está na mesa também, inclusive os papeis, que acabam sendo afetados.

Só que o teu papel não é você como o todo, muitas vezes o único problema que a gente tem é em um único papel. Por exemplo, às vezes estamos pressionados como pai ou pressionado como filho e tem tempo que a gente não liga pra família e a família tá cobrando.

Só que eu tô com um problema pra resolver com uma outra pessoa e eu tô adiando, só que esse pézinho ali desequilibra todos os outros papeis que estão em cima da mesa,  aquele pézinho ali parece que tá fazendo toda a minha vida ser horrível e muitas vezes o que a gente precisa o que que é?

Parar de debater com aquela mesa, que tá fazendo “plec plec” e perguntar assim, “pera aí,  qual é o meu papel que nesse momento está desequilibrado e fazendo minha mesa fazer assim?”

Presta atenção no que eu vou falar para você. Muitas vezes, por conta desse desequilíbrio que vai aumentando, vai ficando tão feio que a mesa faz assim “plaaaaaaa” e cai tudo no chão.

Aí vem aquela sensação de que a vida desandou porque a mesa virou, tá tudo no chão e sabe o que vai acontecer? Se você puser a mesa em pé de novo e trouxer tudo pra cima de novo, ela vai continuar capenga… quando você sente que a vida tá uma zona, uma das melhores formas de você reorganizar a sua vida é você tirar e olhar qual pé da mesa que tá dando esse efeito de “plec plec”.

Quando você entende isso,  ao invés de você ter que mudar a sua vida toda porque a minha vida toda tá uma merda você fala assim “opa, deixa eu dar atenção pra esse papel porque se eu der atenção para esse papel, a minha mesa para de fazer plec plec”. E na prática o que acontece? Ela fica equilibrada de novo.

Ao invés de eu me sentir completamente desorganizado em tudo, as coisas serenizam novamente e eu posso continuar a minha vida.

Se nesse momento exato você tá sentindo que a sua vida tá uma zona, desorganizada, não está fluindo, não está dando certo, para agora! Agora se pergunta, qual é o papel que eu tô precisando dar mais atenção na minha vida? Sou eu como  pessoa, marido/esposa, mulher/homem, filho/filha, profissional/intelectual, espiritual. Qual é o papel que agora se eu der mais atenção eu reequilibro a minha mesa e minha vida começa a se sentir organizada novamente?

Eu sei que muitas vezes mudar é difícil e eu preparei uma aula pra você de como você muda. Mudar de onde você tá hoje pra onde você gostaria de estar na sua vida. A aula é gratuita 🙂 Clica aqui e se cadastra lá pra entender quais são os quatro caminhos que você deve fazer para mudar de vida.

Todas as vezes que você começar a se sentir engolido por alguma área da sua vida você vira e fala assim “deixa eu ver qual é o papel que eu preciso dar mais atenção agora pra que em algum momento lá na frente eu não me puna dizendo que a minha vida está horrível?”

Até porque, leia isso com atenção: você é muito maior do que você imagina. A vida, é para ser leve, gostosa, serena e evolutiva. Sempre pra frente, EPP como estilo de vida! Então verdadeiramente eu te ajudei de alguma forma?

Se fez sentido para você, deixa aí nos comentários que eu vou curtir demaaaais 🙂

E pra você continuar em EPP… deixa eu explicar para você 4 regras de priorização de tarefas do seu dia para você criar uma ordem de prioridades, pra ir pra lá é só clicar no link em azul 🙂

3 Comentários

  1. Ana Maria Vieira

    Bom Dia

    Gostaria de saber como funciona essa tal de “Mágica em Coach”. Como um curso pode me trazer felicidade, produtividade? Como funciona esse curso? Como posso mudar os aspectos da minha vida? Sei que temos q trabalhar com o pensamento positivo. Leio muito sobre esse assunto. Sei que faz diferença quando nos mantemos positivos. Mais como não deixar a “peteca” cair? Me ajude!!!! Parece que às vezes não tenho um propósito de vida. Parece que nada faz sentido. É só trabalhar, trabalhar, trabalhar, pagar as contas e quando dá para pagar tudo e a vida vai passando… E seus sonhos? As vezes me pergunto se tenho sonhos? A impressão é que o mundo ta girando, girando, girando. A vida vai passando, passando e você se pergunta: Cara, o que eu to fazendo de bom? Tenho dias felizes, tenho. Mas parece que na maior parte dos dias não vejo sentido na vida. Parece que só estou viva pois sei que estou respirando, mas o que eu estou fazendo da minhas vida? Não sei se deu para entender! Só queria uma LUZ!!!

    Responder
  2. Eliane Barbosa

    Esse texto tem muita verdade, porque queremos abraçar o mundo e exclusivamente, nós mulheres temos muitos papeis e temos que está 100% em todos! Gostei muito e sempre procuro me motivar interiormente! Só que em um ano pra cá, estou notando que já está ficando uma bagunça de novo e estou agora analisando os pontos que preciso mudar e dá mais atenção mesmo, o primeiro foi minha saúde, recomeçar a acorda cedo e caminhar e ter um tempinho só pra mim, que seja 40, 30 minutos mais que seja se uma forma que eu inicie fazendo reflexão e respirando fundo e sentindo meus pulmões se encherem e o coração palpitar mais forte, estou fazendo isso uma semana e já estou melhorando nos outros setores! Obrigada, me vi nesse texto!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *