Como Se Sentir Autoconfiante?


“Como se sentir autoconfiante, ou melhor, como ser uma pessoa autoconfiante, Geronimo?”. “Quero ser mais confiante, o que eu faço?”.

Vamos falar sobre isso!

Não sei se acontece contigo, mas tem gente que acorda de madrugada remoendo aquela frase que falou com alguém pessoalmente… ou no whatsapp, quando manda uma mensagem e dá como lido e a pessoa não respondeeeeu, e fica pensando, “pô… o que será que ela tá pensando?”. E fica remoendo o que a pessoa pensa de você… Daí a pessoa se sente maaaal e começa a se moldar por causa disso, se encolhe em razão daquilo que ela acha que a pessoa pensa sobre ela.

Vamos lá. Precisamos entender: eu não posso dominar o que as pessoas pensam sobre mim. Mas, eu posso dominar o que eu penso que a pessoa pensa sobre mim, sacou? Quanto mais a gente fica pensando no que outras pessoas pensam sobre nós, mais esse vai ser nosso modo de atuação, e isso não é bom. :/

A ciência mostra que nosso cérebro, quando a gente sempre faz algo do mesmo jeito, entende que é assim mesmo que a gente deve agir. Se eu abro o olho de manhã cedo e a primeira coisa que eu faço é pegar o celular… amanhã e nos próximos dias a tendência é que eu faça isso novamente. Nosso cérebro quer economizar energia, por isso, isso acontece. Entende?

Então se eu começo a me importar demais com o que as pessoas falam sobre mim, esse começa a ser meu padrão de atuação. Quanto mais você repete algo, cada vez mais isso vai se fortalecendo em você. Então, se eu “cagar e andar” pro que as pessoas estão pensando de mim, o que acontece? Eu começo a me importar menos.

Agora… isso não é algo que você vai aprender a fazer da noite pro dia. É preciso exercitar isso. E não é que é só você ignorar tudo que falam de você. Eu preciso peneirar o que falam de mim. O que é inveja, o que não tem coerência eu ignoro. Mas quando algumas coisas que falam de mim se repetem… aí você dá atenção. É importante isso.

Então vamos falar do exercício!

Você pode fazer isso pra ser mais autoconfiante:

EXERCÍCIO PRA VOCÊ COMEÇAR A SE SENTIR AUTOCONFIANTE:

1- Pegue uma folha de papel e divide ela no meio, fazendo uma coluna.

2- De um lado coloque: Recursos. Do outro lado você vai escrever: Interferências

3- Na parte “RECURSOS” você vai escrever todos os recursos seus. Todas as suas características físicas, emocionais, habilidades, tudo que é um recurso pra você na sua jornada.

Ex.: eu aprendo rápido, tenho facilidade de fazer amizades, sou uma pessoa que se importa com os outros, tenho disciplina, determinação.

Coloque tudo que pra você é um recurso na sua jornada de vida. Escreve todos os recursos.

4- Do outro lado escreva as suas interferências, inclusive as coisas que você não gosta.

Ex.: eu não gosto da minha voz, eu sou baixo, ou sol alto demais.

Escreva tudo que você ache que é uma interferência.

Depois de escrever as duas partes:

Você vai pegar as suas interferências e fazer duas coisas com elas:

1- Vai escrever como que você pode minimizar as suas interferências.

Ex.: Interferência: estou sempre cansado. Como minimizar isso? De Repente eu posso dormir mais cedo, parar de usar o celular mais cedo pra ter sono mais rápido.

Então escreva aí como você poderia minimizar cada uma das interferências.

2- A segunda coisa que você vai fazer é escrever qual é o Positivo das interferências. (talvez você ache essa parte até engraçada).

Toda vez que você achar um lado positivo nas suas interferências, talvez você comece a aumentar a sua autoconfiança, esse exercício pode verdadeiramente fazer você começar a se sentir autoconfiante.
Criando um Plano de ação você poderá minimizar as suas interferências.

Quero te contar isso, que também é muito importante pra você entender:

Esses dias me perguntaram no instagram se as coisas dão erradas pra mim às vezes… Com certeza! Posso fazer uma lista de coisas erradas que acontecem. Daí eu comecei a fazer, a listar coisas que dão erradas: filho com febre, perder sono a noite, mãe doente, tomei vacina de febre amarela e tive todos os efeitos da vacina, perdi o comprovante, tive que tomar a vacina de novo… a lista ficou enorme!

As pessoas tem a sensação de que as coisas só dão errado pra elas. Mas as coisas dão erradas pra qualquer pessoa, pra todo mundo. Tanto para as que têm sucesso e as que não tem ainda o sucesso que gostariam. Ninguém é especial, beleza?

Temos que começar a compreender que todos temos nosso lugar no mundo. Eu sou bom em coisas que talvez você não seja, mas você talvez seja bom em coisas que eu não sou. Se eu escolher olhar só pras coisas em que eu não sou bom eu vou viver me sentindo mal. Agora, o que você deve fazer é se perguntar… essas coisas em que você não é tão bom, você precisa desenvolver elas pra chegar onde você quer chegar? Pra conseguir o que você quer na sua vida? Se pergunte isso.

Então, aqui vai uma última dica pra você!

Algumas interferências suas você não precisa nem olhar. Você vai morrer com essas interferências e não tem problema nenhum nisso, se ela não me impede de conseguir ser a pessoa que quero pra minha vida, tá tudo bem!

É importante que você entenda! Você, realmente, não precisa ser bom em tudo. Você precisa ser bom naquilo que você precisa pra alcançar o que você quer na sua vida. Beleza?

Curtiu?

Então deixe um comentário aqui pra mim e me conta o que você percebeu através da criação de sua lista de recursos e interferências! Não deixa de fazer, esse exercício, vai ajudar você a perceber coisas muito importantes sobre ti.

Outros post que podem interessar você!
Como descobrir meu propósito de vida?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *