Isso pode estar te impedindo de ficar rico

Separamos algumas dicas concretas pra você ficar rico começando a investir e não somente poupando dinheiro.

Dica da Mirna (Economirna): O primeiro passo

O primeiro passo é a pessoa entender o que ela quer de fato. O que você quer realizar na sua vida? Qual o seu sonho material, aquele básico?

Muitas pessoas até começam a juntar um dinheiro, mas elas não têm clareza do PRA QUE elas estão juntando dinheiro. Elas juntam dinheiro por juntar. 

Juntar dinheiro sem um objetivo definido não nos leva a lugar nenhum.

Porque daí aparece um sapato, uma blusinha que a gente gosto e a gente simplesmente gasta o dinheiro que a gente juntou com aquilo e pode acabar voltando à estaca zero.

Um exercício que eu passo é o seguinte: 

Escreva quais são seus sonhos de curto prazo (até 1 ano), de médio prazo e de longo prazo.

Porque isso precisa ser definido antes de tudo?

Muitas pessoas chegam até mim e perguntam qual é o melhor tipo de investimento. E a resposta é que não existe o melhor tipo de investimento. Existe o tipo de investimento adequado pro seu objetivo, pro seu sonho, pra sua fase de vida, e pro seu perfil de investidor.

Só depois de deixar bem claro quais são os objetivos que a gente quer realizar é que a gente começa a pensar quais são os investimentos mais adequados.

Muitas pessoas pensam que o seu objetivo é ficar rico, apenas. Daí muitos acabam tentando ficar ricos a qualquer custo, da noite pro dia. Acabam indo atrás de pirâmides, vão abrindo negócios simplesmente pelo fato de querer ter dinheiro, ficar rico. Acabam voltando pra estaca zero também, perdem tudo.

Dica do Geronimo: Substituição

As pessoas gastam dinheiro, muitas vezes pra preencher algo que não tem dentro delas ou que não tem na vida delas naquele momento.

Todos nós temos um basal de felicidade. É o nosso nível médio de felicidade.

Quando acontece uma coisa muito boa na nossa vida, o basal dá um pico, quando acontece algo muito ruim ele vai lá pra baixo. Só que quando tudo volta ao normal, você volta pro seu basal anterior de felicidade.

Na necessidade de suprir o basal de felicidade você vai lá e gasta. Gastar dá uma felicidade, gera dopamina (neurotransmissor de bem estar). 

Não procure felicidade no pico, procure no basal.

Coisas simples da vida aumentam o seu basal de felicidade. Pense: o que você fazia quando era criança que te dá felicidade que você não faz mais?

Andar de bicicleta, ficar na calçada da rua, pegar chuva?

Essas coisas aumentam nosso basal de felicidade quando a gente faz elas 😉

Eu, sempre quando chove vou pra varanda, sentir o cheiro de chuva, eu adoro.

Dica da Mirna: Ter ou não ter apartamento próprio?

É melhor alugar, financiar, comprar? 

Vai muito da pessoa. Porque cada um tem uma realidade diferente.   

Antes de tomar uma decisão, entenda o que você está fazendo, mesmo que você tenha o dinheiro à vista pra comprar o imóvel.

Pode ser que daqui a uns dias você mude de emprego, mude de cidade.

Muitas pessoas compram um imóvel e ele acaba se tornando um passivo, só gerando gastos.

Ativo é o que coloca dinheiro no seu bolso. Passivo é o que vai tirar dinheiro do seu bolso.

Se um imóvel está colocando dinheiro no seu bolso ele é um ativo. Do contrário ele é um passivo.

Ex: a minha casa quando estava alugada era um ativo, agora ela passou a ser um passivo, pois não coloca dinheiro no meu bolso, só tira dele.

Dica da Mirna (Economirna): Como começar a juntar dinheiro?

O primeiro passo é não gastar tudo o que ganha. Pra você que quer realizar um sonho, comprar uma casa, um carro, ter uma aposentadoria tranquila, liberdade financeira, esse é o primeiro passo.  

Poupe, por mês, uma parte do que você ganha. Isso é o básico. Não deixe pra poupar o que sobra. Se pague primeiro.

Ao pegar esse dinheiro poupado e colocar ele num investimento, ele poderá render e gerar juros compostos (juros sobre juros a seu favor) pra você, o dinheiro funciona a seu favor. 

Com juros compostos, quanto mais tempo você deixar aquele dinheiro trabalhando a seu favor, melhor. 

Dica do Gerônimo: Você vai guardar dinheiro pra que?

Vai ter dia que vai ser difícil poupar. Que você vai querer gastar com alguma coisa. Pense, o que vai fazer você seguir quando todo mundo mais pararia? Isso é o propósito inabalável.


Eu lembro de quando eu era jovem, parei de sair com um grupo de amigos.

Não tinha grana, o pessoal saia pra uma churrascaria, todo mundo pedia profiteroles de sobremesa e depois dividia a conta por igual.

Eu não conseguia dividir a conta por igual com aquela galera. 

Dói não sair com os amigos, mas se você tem um propósito, você consegue não sair com seus amigos pelo seu propósito.

Tenha o seu pra que.

Dica da mirna (Economirna): Pense no dia de amanhã

É importante entender quais são seus sonhos e começar a pensar no dia de amanhã.


Tem gente que fala, e se eu juntar dinheiro e morrer e não conseguir usar?


Então eu pergunto, e se você não juntar e continuar vivo?

Na cabeça de muitas pessoas é um absurdo abrir mão de algo momentâneo pra poder usar no futuro.  

Não importa a sua idade. Comece a juntar 10 reais, 40, 50 por mês. O importante é começar. Só tem como melhorar algo que a gente começa.

Dica da Mirna (Economirna): Investidor X Poupador

Poupador é quem guarda, apenas. Investidor é quem coloca esse dinheiro pra trabalhar a seu favor. 

O primeiro passo pra começar a investir, pode ser garantir uma reserva estratégica. 

Antes de poupar pra investir pra comprar um carro, uma casa, aposentadoria, a gente precisa ter uma reserva estratégica que sirva pra uma emergência.

Você investirá todo o dinheiro que você têm, mas entenderá que parte desse dinheiro é sua reserva estratégica.

A sua reserva estratégica precisa ser investida em um lugar de segurança e liquidez ou seja de fácil resgate.

E é preciso definir seu perfil de investidor: mais conservador ou seria interessante investir em ações, por exemplo.

Pra quem está começando hoje e nunca juntou nada, comece a partir do ponto da reserva estratégica.

Quais são os investimentos com liquidez disponíveis hoje?

Tesouro selic, Tesouro direto, Fundos de renda fixa, CDBs.   


Dica do Geronimo: 95 a cada 100 pessoas não prosperam

Um estudo nos estados unidos, feito pelo “INSS” de lá, constatou que as pessoas que entravam no mercado de trabalho, e 40 anos depois, de cada 100 pessoas, 1 estava rica e 4 não precisavam mais trabalhar. Outras 5 pessoas, a cada 100 precisavam trabalhar, não podiam parar de trabalhar se não não conseguiriam pagar as contas. 

Os outros 90% ou morreram ou dependiam de família ou do governo pra se manter.

Muitas pessoas não são investidoras porque não aprenderam a ter o comportamento, o hábito de investir.

Existe dentro da gente 2 EUs. O EU primitivo e o EU futuro.

Nossos ancestrais aprenderam a buscar pelo prazer imediato e isso vinga até hoje na nossa geração.

O EU futuro é aquela parte de nós que quer trocar o prazer imediato pelo prazer futuro.

Na prática, pra muita gente que não está consciente, o eu primitivo vai sempre ganhar.

Se você quer começar a ser um investidor, primeiro você tem que gastar menos do que você ganha hoje, ter autodomínio.

Quase tudo que a gente quer conquistar na vida precisa de conhecimento e energia. Conhecimento de saber como fazer e energia pra colocar aquilo em prática.

As pessoas não fazem o que precisam fazer por falta de conhecimento ou por não ter energia pra colocar em prática. Quando você junta os dois a coisa acontece.


Pra finalizar!

Existem 2 momentos ideais pra você começar a poupar. O primeiro momento é lá trás quando você ganhou o seu primeiro real. O segundo momento é agora. 


Se você não começou a poupar no seu primeiro momento, comece no seu segundo.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.